terça-feira, 7 de Fevereiro de 2012

Os medicamentos para humanos podem matar o seu animal de estimação!


O Paracetamol é um princípio activo que está presente num elevado número de medicamentos para gripes e constipações: ben-u-ron, panasorbe, cêgripe, panadol, etc. Estes medicamentos são muito usados devido aos seus efeitos analgésicos (alívio da dor) e antipiréticos (diminuição da febre), e podem ser adquiridos facilmente sem receita médica. Apesar do paracetamol ser um medicamento bastante seguro em humanos (muito usado em bebés, por exemplo), é importante divulgar que é bastante tóxico para os nossos animais de companhia.


A morte por intoxicação do paracetamol é muito frequente em gatos!
Donos preocupados com a saúde do seu gato, podem-lhe dar, inocentemente, um comprimido de paracetamol. Por acharem que ele está mais parado, que tem febre, ou que se pode ter magoado. O resultado será uma intoxicação grave com destruição de células sanguíneas (glóbulos vermelhos)e lesões, possivelmente irreversíveis nas células do fígado.
Uma pequena dose de paracetamol como por exemplo, meio comprimido de ben-u-ron de 500mg, pode ser o suficiente para causar a morte de um gato de 4 kg.


Os sinais mais comuns na intoxicação por paracetamol são: perda de apetite, vómito, salivação exagerada, dificuldades respiratórias, mucosas com cor escura, e edema (inchaço) do focinho e membros.
No caso de suspeita de ingestão de paracetamol pelo seu animal de estimação, deve dirigir-se imediatamente ao médico veterinário. É fundamental a administração de fluidos (soro) para diluir as toxinas em circulação no sangue e para ajudar a que elas possam ser eliminadas o mais rapidamente possível, através da urina. Deve também ser administrado um antídoto (acetilcisteína). Poderá também ser necessário realizar uma transfusão de sangue, dependendo da gravidade da intoxicação e de quanto tempo depois se iniciou o tratamento.


Por vezes os animais respondem ao tratamento inicialmente, mas a anemia e as lesões no fígado provocadas pelo tóxico podem ser irreversíveis, levando à morte do animal.
Apesar de também ser frequente, a intoxicação por paracetamol em cães é normalmente menos grave e com sintomatologia menos exuberante; não significando que pode dar ao seu cão!


(Fonte: Por AnimaisVet Clínica Veterinária)

Sem comentários:

Enviar um comentário